Sobre o cartório

O 1° Protesto, Registro de Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas de Goiânia praticou o seu primeiro ato em 12 de junho de 1970. O titular, Naurican Ludovico Lacerda, ingressou por concurso público, e tomou posse em 16 de junho de 2014.

Após sua entrada, várias melhorias foram implementadas, como mudança de endereço, proporcionando um ambiente adequado aos usuários, aquisição de novos equipamentos eletrônicos, aquisição de móveis e cadeiras ergonômicas, treinamento e capacitação técnica e comportamental da equipe, pesquisa de satisfação dos usuários. Enfim, são ações voltadas para a melhoria da gestão organizacional em busca da excelência do atendimento e dos serviços prestados. Dentre as implementações, foi lançado o novo site (www.1protestogoiania.com.br), por meio do qual o usuário pode acessar as informações referentes a pedidos de certidões online; consulta de títulos; consulta de protestos; consulta de notificações; informações institucionais, entre outros.

Missão

Prestar serviço ao público com qualidade, eficiência, segurança e agilidade, sempre comprometido com os interesses legítimos do usuário

Valores

São ideais fundamentais em torno dos quais a organização foi construída; representam as convicções dominantes, as crenças básicas, aquilo em que as pessoas da organização acreditam; são elementos motivadores que direcionam as ações das pessoas na organização, contribuindo para a unidade e a coerência do trabalho e sinalizam o que se persegue em termos de padrão de comportamento de toda a equipe na busca da excelência.

-Ética
-Qualidade
-Agilidade/Pontualidade
-Comprometimento da equipe
-Capacitação
-Empatia
-Solidariedade

Política da Qualidade (Criada em 10/07/2015)

Buscar a melhoria contínua e a satisfação dos seus usuários, conforme disposto em sua missão, visão e valores.

-Busca permanente da qualidade do atendimento e serviços.
-Capacitação técnica e comportamental da equipe de profissionais.
-Participação em Projetos e Prêmios de Qualidade.
-Realização de ações voltadas ao meio ambiente.
-Promoção de melhoria contínua no processo e para todas as partes interessadas.
-Segurança do trabalho.
-Cultura do elogio e do reconhecimento das realizações da equipe.
-Repúdio à utilização de mão de obra infantil ou de trabalho degradante ou forçado, inclusive com relação aos fornecedores.
-Repúdio à contratação ou utilização de colaboradores sem o registro adequado de trabalho e sem observância das normas de saúde.
-Repúdio aos desvios de comportamento ético.